Wordpress, Prestashop, Joomla e Drupal Grátis



 INVESTIGAÇÕES SOBRE A IGREJA SUD
DOUTRINA - contradições

CONTRADIÇÕES DA DOUTRINA MÓRMON

Brigham Young declarou:

“Não existe conflito algum entre os princípios revelados na Bíblia, no Livro de Mórmon e em Doutrina e Convênios. [A pérola de Grande Valor ainda não era obra-padrão na ocasião dessa declaração.] Não haveria qualquer contradição entre as doutrinas ensinadas pelo profeta Joseph Smith e as que os irmãos ensinam agora se todos vivessem de maneira a serem guiados pelo espírito do Senhor” (Ensinamentos dos Presidentes da Igreja – Brigham Young, pág. 120)

Porém, não há de se negar que tal declaração deixa no ar um verdadeiro paradoxo. Ao mesmo tempo que BY afirma que “não existe conflito” entre a Bíblia e as escrituras mórmons, percebemos que existe sim, contradições entre as revelações atuais e as do passado. Isto pode passar quase desapercebido, mas é um reconhecimento importante, ainda que tênue, das muitas contradições que o mormonismo apresenta.

Abaixo, listamos algumas delas:

CONTRADIÇÕES DO LIVRO DE MÓRMON COM A BÍBLIA

1 - Smith usa a palavra judeu, 600 anos antes de Cristo [I Nefi 13:23 e II Nefi 33:8]

Refutação: O nome “judeu” naquela época não tinha nenhum significado ainda para os hebreus que eram chamados de Israelitas.

2 - O livro de Alma no capítulo 7 versos 9 e10, fala claramente que Jesus nasceria em Jerusalém. Provando ser assim um relato falso.

Contradição: A Bíblia por outro lado afirma que seu nascimento aconteceria em Belém para que se cumprisse a profecia. [Miquéias 5:2 com Mat. 2:1]

3 - Em Helamã 14:20, durante a crucificação de Jesus, é dito que as trevas por sobre a terra duraram 3 dias

Contradição: A Bíblia por sua vez assevera que isto durou apenas 3 horas, desmentindo assim o livro de Mórmon [ Mat. 27:45; Mc. 15:33].

4 - No livro de Helamã 12:26 é citado um versículo do NT como se este já existisse 6 anos antes de Cristo nascer: “Sim, que serão condenados a um estado de infindável miséria, em cumprimento às palavras que dizem: Os que praticaram o bem terão vida eterna; e os que praticaram o mal terão condenação eterna.”

Refutação: Essas palavras constam do Evangelho de João que foi escrito no fim do primeiro século (90 d.C) “os que tiverem feito o bem, para a ressurreição da vida, e os que tiverem praticado o mal, para a ressurreição do juízo.” (João 5:29)

Como isto poderia ser cumprido como escritura, se foi escrito quase cem anos depois?

5 - Em I Nefi 15:29 diz que o inferno foi preparado para seres humanos [iníquos].

Refutação: A Bíblia desmente esta afirmação dizendo que o inferno foi preparado para o diabo e seus anjos e não para as pessoas [Mat.25:41]

6 - No livro de Ômni 1:25 e também em Alma 9:21, o escritor insta o povo e o rei a acreditarem no “dom de línguas” e no dom de “interpretação de línguas”.

Refutação: Este livro alega ser de 323-130 a.C. Mas como poderia existir tal dom nesta época se a Bíblia diz que o Espírito Santo e estes dois dons foram dados somente no dia de Pentecostes [33 d.C]? Há de se esclarecer ainda que estes dois dons são exclusivos da época neotestamentaria. Todos os demais dons do Espírito se encontram de maneira esparsa no AT, menos estes dois, o que torna impossível biblicamente esta afirmação do livro de Mórmon.

7 - Alma 46:13-15 diz que os seguidores de Cristo eram chamados de cristãos. “ E os que pertenciam a Igreja eram fiéis; sim, todos os que eram crentes verdadeiros em Cristo tomando sobre si alegremente o nome de Cristo, ou seja, de cristãos, como eram chamados em virtude de sua crença no Cristo que havia de vir.” (v.15)

Refutação: É tão vergonhoso este fato que acredito que Smith não estudava realmente a Bíblia sagrada. Só mesmo um analfabeto teológico para cometer um erro gritante como este. Tal episódio é datado no livro de Mórmon cerca de 73-72 a.C. Como isto poderia ocorrer se a Bíblia diz claramente que os discípulos foram chamados de cristãos pela PRIMEIRA VEZ em Antioquia? Observe; “e em Antioquia os discípulos PELA PRIMEIRA VEZ foram chamados cristãos.” (Atos 11:26)

8 - 2 Nefi 2:25 afirma que o pecado de Adão era um passo necessário no plano da vida e uma grande bênção para toda a humanidade.


Refutação:  Alma 12:22, diz que a queda de Adão transformou toda a humanidade num povo “perdido e decaído” 
 A queda do homem foi um grande mal, e que através disso o pecado entrou no mundo, pondo todos os seres humanos debaixo da condenação e da morte.  (Ezequiel 18:1-20; Romanos 5:12-21).

9 - 1 Nefi 13:26-29 afirma que a Bíblia foi adulterada, perdeu muitas de suas verdades e que não contém o Evangelho em toda a sua plenitude.

Refutação: a Bíblia é a única, final e infalível Palavra de Deus (2 Timóteo 3:16; Hebreus 1:1, 2; 2 Pedro 1:21) e ela permanecerá para sempre (1 Pedro 1:23-25).

10 - Morôni 8:8 ensina que as crianças pequenas não são capazes de pecado.

Refutação: Em contraste, a Bíblia no Salmo 51:5 claramente ensina que nós temos a natureza pecaminosa do nascimento: 

"Certamente eu era pecador no nascimento, pecador desde o momento que minha mãe me concebeu"

11 -  2 Néfi 5:21 ensina que a pele escura é um sinal de maldição de Deus, e que pessoas de pele branca são consideradas moralmente e espiritualmente superiores em relação às pessoas de pele escura.  

Refutação: Deus "fez de um sangue todas as nações dos homens" (Atos 17:26), em Cristo as distinções de etnia, gênero e classe social são apagados (Gálatas 3:28), e  Deus condena o favoritismo (Tiago 2:1).

12 - 2 Néfi 5:10; 25:24 diz que o povo devem observar "todas as coisas de acordo com a lei de Moisés".

Refutação: Apesar do povo do LdM serem supostamente  de origem hebraica, eram descendentes da tribo de José (1 Néfi 5:17) e Manassés (Alma 10:3), e não a tribo de Levi e da linhagem da família de Arão, como a Lei de Moisés dita (Números 3:10; Êxodo 29:9; Números 18:1-7 ). Portanto, eles não teriam um sacerdócio legítimo.

13 - De acordo com o Livro de Mórmon, havia muitos sacerdotes que serviam ao mesmo tempo (Mosias 11:11; Alma 13:9-10; 46:6,38; Helamã 3:25) no Novo Mundo. Entre estes sacerdotes, estavam os imigrantes judeus de Israel, que "mantiveram a lei de Moisés" (por exemplo, 2 Néfi 25:10; Jacó 4:5; Jarom 1:5).  

Refutação: Na Bíblia, apenas um indivíduo em uma época ocupava o cargo de sumo sacerdote na época do Antigo Testamento (ver, por exemplo, Levítico 21:10, Mateus 26:3, Hebreus 8:6-7).  

A menção em Lucas 3:2 de "Anás e Caifás sumos sacerdotes" não é uma exceção - no tempo de Cristo, Israel estava sob o domínio dos romanos, que intervieram no sentido de alterar o sumo sacerdote. Ou seja, isto se tornou uma espécie de "jogo político" entre os judeus e os romanos.

14 - As pessoas do Livro de Mórmon possuem vários templos (Alma 16:13; 23:2; 26:29).  

Refutação: Isso viola as ordens do Antigo Testamento por duas razões: Primeiro, Deus ordenou a Israel que construisse apenas um templo para refletir o fato de que há um só Deus verdadeiro (Deuteronômio 12:5,13-14; 16:5-6) .  

Em segundo lugar, o templo legítimo deveria ser construído em Jerusalém (Sião), no local designado por Deus (O Velho Testamento está cheio de referências explícitas de Deus escolhendo Jerusalém [Zion] como o lugar onde "O nome Dele habitaria" no templo (1 Reis 8:44,48; 11:13,32,36; 14:21, 2 Reis 21:7; 23:27, 1 Crônicas 28:4; Crônicas 2 6:6; 7:12, 16, Salmo 78:68-69, Isaías 18:7).

CONTRADIÇÕES DE DOUTRINA E CONVÊNIOS COM A BÍBLIA

Smith comete erros sérios por não conhecer a língua original do AT.

1 - Em Doutrinas e Convênios 95:7 dá uma interpretação espúria ao nome “Sabaoth”, ele afirma que “Senhor de Sabaoth, que interpretado significa o Criador do primeiro dia, o princípio e o fim”

Refutação: Isto é realmente um absurdo, pois a palavra “Sabaoth” - que faz junção com o nome Jeová que traduzido na versão dos LXX ficou como Adonai (Senhor) – nem de longe sugere uma interpretação distorcida como esta. Na verdade, no original é assim: “hlo dwbkh Klm awh twabu hwhy dwbkh Klm hz awh” (SL. 24:10). Que significa: “Senhor dos Exércitos”.

2 - No livro de Moisés 1:34 diz que o nome Adão significa “Muitos”.

Refutação: “Adam” é uma dentre várias palavras hebraicas que significam "homem": ele vem do solo, adamah. Adão, segundo os estudiosos da língua hebraica, significa “aquele que veio da terra” ou “vermelho”. Seja como for, não significa “Muitos” como queria Smith.

3 - No livro de Abraão 1:20, Smith afirma que o título “Faraó” significa “rei pelo sangue real”

Refutação: Certamente Faraó não tem nenhuma relação com essa conotação.

“A palavra "faraó" (do egípcio per-a'a, pelo grego pharaón) significava originariamente "grande casa" ou "palácio real".” (Encyclopaedia Britannica do Brasil Publicações Ltda.)

4 - No livro de Moisés 6:6 lemos que na época de Adão já existiam livros e que seus filhos “foram ensinados a ler e a escrever, possuindo uma linguagem pura e incorrupta.”

Refutação: os arqueólogos, antropólogos e sociólogos têm mostrado que a escrita é “de invenção relativamente recente (IV milênio a.C.), a escrita foi um enorme avanço para a civilização e permitiu recompor com segurança a história.”

(Encyclopaedia Britannica do Brasil Publicações Ltda).


5 - Em DeC 130:3, lemos:
“O Pai e o Filho não habitam no coração do homem”

Contradição: lemos no Novo Testamento:
“e meu Pai o amará, e viremos a ele, e faremos nele morada.” (João 14:23 e Ef. 3:17)

CONTRADIÇÕES ENTRE AS ESCRITURAS MÓRMONS

1. Doutrina e Convênios 130:22 afirma que Deus é um homem exaltado:
“Deus é um homem glorificado e perfeito, um personagem de carne e ossos”

Contradição – Livro de Mórmon, Alma 18:26-28:
“Crês tu que este grande Espírito que é Deus”

Alma 31:15
“...cremos que és Deus e cremos que és santo; e que eras um espírito e que és um espírito e que serás um espírito para sempre”

Assim diz o Senhor: “Deus é Espírito” (João 4:24) e não é homem para que minta (Num. 23:19); um espírito não tem carne e ossos (Lc. 24:39).

2. Em DeC 20:28, o Pai, o Filho e o Espírito Santo são um só Deus:
“O Pai, o Filho e o Espírito Santo são um só Deus.”

Contradição – “são três personagens distintos e três Deuses.” (Ensinamentos do profeta Joseph Smith Jr, pp.361/2)

Assim diz o Senhor: há três pessoas, um só Deus (João 1:1; I Jo. 5:7)

3. DeC, 20:7,19, afirma que há um só Deus:
“Por meio dessas coisas sabemos que há um Deus nos céus”
e
“Existe mais de um Deus? E ele respondeu: não.” (LdM, Alma 11:28,29)

Contradição – “isto é, os deuses, organizaram e formaram os céus e a terra” (Livro de Abraão 4:1)

Assim diz o Senhor: “Assim diz o Senhor, Rei de Israel, seu Redentor, o Senhor dos exércitos: Eu sou o primeiro, e eu sou o último, e fora de mim não há Deus.” (Isaias 44:6; 45:21)

4. No Livro de Mórmon, em Moroni 8:18, há a afirmação que Deus é imutável.
“é imutável de eternidade em eternidade”

Ainda:
"Deus é um homem glorificado e perfeito, um personagem de carne e ossos (veja DeC 130:22). Dentro de seu corpo tangível existe um espírito eterno. Deus é perfeito. Ele é um Deus de amor, clemência, caridade, verdade, poder, fé, conhecimento, e julgamento. Ele tem todo o poder. Ele sabe todas as coisas. Ele está cheio de bondade ".
Princípios do evangelho, ed. 1992, pág. 9

Contradição – “Temos imaginado que Deus é Deus desde todo o sempre. Eu refutarei esta idéia e retirarei o véu.” (Ensinamentos do profeta Joseph Smith Jr, pp.337)

"O próprio Deus está aumentando em conhecimento, poder e domínio, e fará assim, mundos sem fim."
Wilford Woodruff, Journal of Discourses, vol. 6, pág. 120 (1857)

5. DeC, 130:20 afirma que o homem pode tornar-se Deus
“Então serão deuses, pois não terão fim...”

Contradição – Alma 11:28,29:
Assim diz o Senhor: “antes de mim Deus nenhum se formou, e depois de mim nenhum haverá” (Isaías 43:10)

6. No Livro de Mórmon, em Alma 7:10, Jesus Cristo foi concebido pelo Espírito Santo:
“o Espírito Santo a cobrirá com sua sombra e ela conceberá pelo poder dele e gerará um filho...”

Contradição – em Doutrinas da Salvação Vol. 1 p. 21:
“Cristo não foi gerado pelo Espírito Santo.”

7 - No livro de Mórmon, a remissão dos pecados é obtida através do batismo [III Nefi 12:2 e Morôni 8:11]

Contradição – em Doutrina e Convênios 20:37 diz que o perdão dos pecados antecede ao batismo.

8 - No livro de Moises 2:1 está registrado que Jesus criou todas as coisas.

Contradição – Abraão declara que foram os deuses e não apenas Jesus [Abraão 4:1] que criou tudo.

9 - Na “Regras de Fé” na questão nº 2 lemos: “Cremos que os homens serão punidos pelos seus próprios pecados e não pela transgressão de Adão”

Contradição – o Livro de Mórmon diz que: “...pois mostrou a todos que estavam perdidos por causa da transgressão de Adão” (II Nefi 2:21)

10 - No Livro de Mórmon em Alma 12:22, diz que a queda de Adão transformou toda a humanidade num povo “perdido e decaído”

Contradição – em “Princípios do Evangelho” pág. 33, a queda de Adão foi uma benção: “Todavia, as escrituras dos últimos dias nos ajudam a entendem que a queda foi um passo necessário no plano de vida e uma grande benção para todos nós.”

11 - Lemos em II Néfi 10:11 que a terra não teria “reis”.

Contradição – no livro de Jacó 1:9,15 aparece Néfi ungindo um homem para ser rei [Jarom 1:7].

12 - Em Doutrinas e Convênios 68:29 diz que os habitantes de Sião, que são os mórmons, deveriam descansar e santificar o sábado.

Contradição – o livro Princípios do Evangelho diz que o dia para o descanso e santificação é o Domingo [Princípios do Evangelho, pág. 161].

CONTRADIÇÕES ENTRE AS REVELAÇÕES

O fato de que o mormonismo está mudando é muito óbvio para quem estuda a história da igreja. Coisas que foram aprovados do mormonismo no início agora são condenadas, e coisas que são agora aprovadas já foram condenadas.




 
<!-- /* Font Definitions */ @font-face {font-family:"Cambria Math"; panose-1:2 4 5 3 5 4 6 3 2 4; mso-font-charset:0; mso-generic-font-family:roman; mso-font-pitch:variable; mso-font-signature:-1610611985 1107304683 0 0 159 0;} @font-face {font-family:Calibri; panose-1:2 15 5 2 2 2 4 3 2 4; mso-font-charset:0; mso-generic-font-family:swiss; mso-font-pitch:variable; mso-font-signature:-1610611985 1073750139 0 0 159 0;} /* Style Definitions */ p.MsoNormal, li.MsoNormal, div.MsoNormal {mso-style-unhide:no; mso-style-qformat:yes; mso-style-parent:""; margin-top:0in; margin-right:0in; margin-bottom:10.0pt; margin-left:0in; line-height:115%; mso-pagination:widow-orphan; font-size:11.0pt; font-family:"Calibri","sans-serif"; mso-fareast-font-family:Calibri; mso-bidi-font-family:"Times New Roman";} .MsoChpDefault {mso-style-type:export-only; mso-default-props:yes; font-size:10.0pt; mso-ansi-font-size:10.0pt; mso-bidi-font-size:10.0pt; mso-ascii-font-family:Calibri; mso-fareast-font-family:Calibri; mso-hansi-font-family:Calibri;} @page Section1 {size:8.5in 11.0in; margin:70.85pt 85.05pt 70.85pt 85.05pt; mso-header-margin:.5in; mso-footer-margin:.5in; mso-paper-source:0;} div.Section1 {page:Section1;} -->
 ENSINO
CONTRADIÇÃO
Poligamia necessária à exaltação


Doutrina e Convênios 132:32-34 diz que a poligamia podia ser praticada, pois “esta era a lei”.
 
 "... Não temos vergonha ... de declarar que somos polígamos .... que estamos firmes e conscientemente crentes na poligamia, e que é parte integrante de nosso credo religioso"(Life of John Taylor, p.255).

Brigham Young, o segundo presidente da igreja, uma vez declarou:
"Os únicos homens que se tornam deuses, até mesmo os Filhos de Deus, são aqueles que entram na poligamia" (Journal of Discourses, vol. 11, p.269).

Poligamia é condenável


 No LdM, em Jacó 2:26-28: 
“Pois que nenhum homem dentre vós deve ter mais que uma esposa”

<!-- /* Font Definitions */ @font-face {font-family:"Cambria Math"; panose-1:2 4 5 3 5 4 6 3 2 4; mso-font-charset:0; mso-generic-font-family:roman; mso-font-pitch:variable; mso-font-signature:-1610611985 1107304683 0 0 159 0;} @font-face {font-family:Calibri; panose-1:2 15 5 2 2 2 4 3 2 4; mso-font-charset:0; mso-generic-font-family:swiss; mso-font-pitch:variable; mso-font-signature:-1610611985 1073750139 0 0 159 0;} /* Style Definitions */ p.MsoNormal, li.MsoNormal, div.MsoNormal {mso-style-unhide:no; mso-style-qformat:yes; mso-style-parent:""; margin-top:0in; margin-right:0in; margin-bottom:10.0pt; margin-left:0in; line-height:115%; mso-pagination:widow-orphan; font-size:11.0pt; font-family:"Calibri","sans-serif"; mso-fareast-font-family:Calibri; mso-bidi-font-family:"Times New Roman";} span.longtext {mso-style-name:long_text; mso-style-unhide:no;} .MsoChpDefault {mso-style-type:export-only; mso-default-props:yes; font-size:10.0pt; mso-ansi-font-size:10.0pt; mso-bidi-font-size:10.0pt; mso-ascii-font-family:Calibri; mso-fareast-font-family:Calibri; mso-hansi-font-family:Calibri;} @page Section1 {size:8.5in 11.0in; margin:70.85pt 85.05pt 70.85pt 85.05pt; mso-header-margin:.5in; mso-footer-margin:.5in; mso-paper-source:0;} div.Section1 {page:Section1;} -->
Hoje, os líderes mórmons ensinam que o "casamento plural não é essencial para a salvação e exaltação" (Mormon Doctrine, 1958, p.523). 

Bruce R. McConkie declarou também que:
"Qualquer um que finja ou assuma exercer o casamento plural atualmente ... está vivendo em adultério, já vendeu sua alma a Satanás, e ... será condenado na eternidade" (Ibidem, pp.522-23).


Provas  do Livro de Mórmon

"... há outras evidências externas da autenticidade do Livro de Mórmon.  Estas são as evidências arqueológicas que foram reveladas em regiões da América Central e do Sul. [Quadros de pinturas Asteca...e ruínas maias.] Estas ruínas que restaram das civilizações que uma vez floresceram no Hemisfério Ocidental são provas que o Livro de mórmon é verdadeiro. "  
Folheto “o Livro de mórmon”, publicado pela Igreja SUD, 1982, pág., 12.
Ausência de provas  do Livro de Mórmon
 Artigo intitulado “Problemas de Geografia”
"A geografia do livro de mórmon intrigou algums leitores desde sua publicação. Mas por que se preocupar com isto?  Esforços para definir certos lugares que estão registrados no livro são infrutíferos...
...Mas levantar dúvidas nas pessoas sobre o local da Colina Cumorah desafia as palavras dos profetas relativo ao lugar onde Moroni enterrou os registros, e isto é certamente prejudicial.
Se Ele quiser que a geografia do Livro de mórmon seja revelada, Ele assim o fará através de Seus  profetas, e não por algum escritor que deseja iluminar o mundo, apesar da falta absoluta de inspiração nesta questão. Alguns autores sentiram-se chamados para informar ao mundo sobre a geografia do livro de mórmon e publicaram escritos que dão o parecer pessoal deles.  Estes livros são trabalhos estritamente privados e representam somente suas especulações  pessoais.”
Editorial, Notícias da Igreja, pág., 16 (29 de julho de 1979)
Origem de Adão não foi nesta terra
“Adão não foi feito do pó desta terra.”
Brigham  Young, Journal of Discourses, vol. 2, pág. 6, (1853)
Origem de Adão foi nesta terra
 “Adão foi criado do pó desta terra.”
Joseph Fielding Smith,  Doutrinas de Salvação, vol. 1, pp. 90-91 (1954)
Joseph morreu depois de atirar em duas ou três pessoas.
John Taylor – Relembra os minutos finais da vida de Joseph Smith e como ele atirou e feriu duas ou três pessoas, duas morreram, antes do próprio Joseph morrer. 

História da Igreja, vol. 7, pp. 102-103  (1844) e História da Igreja, vol. 6, pág. 618,  (1844)
Ele foi para a morte como um cordeiro para o matadouro.  (DeC 135:4)
" Quando dois ou três dias antes do seu assassinato, Joseph foi a Carthage para se entregar aos pretensos requerimentos da lei, disse: “Eu vou como o cordeiro ao matadouro mas estou tranqüilo como uma manhã de verão; eu tenho a consciência limpa com Deus e os homens."

"... Como o seu Mestre, Joseph Smith derramou também seu sangue para que o testamento final, o restabelecimento da convenção nova, pudesse ser feito por completo (veja Heb. 9:16).”
“A Bandeira”, 1994, pág. 22.
Diáconos - homens casados

Brigham Young, citando o apóstolo Paulo diz: 
“Eu não ouso nem mesmo chamar um homem para ser um Diácono, e ajudar em meu chamado, a menos que ele tenha uma família.... não é assunto de um homem jovem, sem nenhuma experiência em assuntos de família, investigar as circunstâncias das famílias e saber os desejos de uma pessoa. ... selecione um homem que tem uma família para ser um Diácono cuja a esposa possa estar com ele”
Journal of Discourses, vol. 2, pág. 89 (1854)
Diáconos - garotos de 12 anos

 "Um rapaz que foi batizado e confirmado membro da Igreja e é digno poderá ser ordenado ao ofício de diácono quando tiver doze anos de idade.”

Princípios do Evangelho, 1992 ed., pág. 88
Maldição eterna dos negros

“A maldição permanecerá nos negros de forma que eles nunca poderão celebrar o sacerdócio mórmon até que todos os outros descendentes de Adão recebam as promessas e desfrutam as bênçãos do Sacerdócio”.
Brigham Young, Journal of Discourses, vol. 7.

"A Igreja de Jesus Cristo dos Santos dos Últimos Dias não foi chamada a levar o evangelho aos negros, e não o faz."
[ Arthur M. Richardson, That Ye May Not Be Deceived, p.13. Citado por Tanner, Mormonism, Shadow or Reality, p.274.]

 Negros recebem sacerdócio


 Em junho de 1978, o presidente Spencer Kimball declarou oficialmente:
“Portanto todos os membros dignos do sexo masculino da Igreja podem ser ordenados ao sacerdócio, sem levar em condição sua raça ou cor.”

Doutrina Mórmon (1966 ed.), pp. 526-528 (1979)





 

Criar um Site Grátis    |    Create a Free Website Denunciar  |  Publicidade  |  Sites Grátis no Comunidades.net