INVESTIGAÇÕES SOBRE A IGREJA SUD
POLIGAMIA - citações

POLIGAMIA - VISÃO GERAL



Abaixo encontram-se várias citações de profetas e apóstolos da igreja mórmon quanto à poligamia. Estas citações darão uma visão básica do que foi esta prática e de como ela evoluiu.


Estudo mais profundos e detalhados serão realizados posteriormente.




Na edição de 1835 da canônica Doutrina e Convênios, seção 104, uma denúncia contra a poligamia:


"Na medida em que esta igreja de Cristo foi censurada pelo crime de fornicação e poligamia: nós declaramos que nós acreditamos que um homem deve ter uma esposa e uma mulher, apenas um marido, salvo em caso de morte, quando ambos estão libertos para se casarem novamente."
(DeC 104, até a edição de 1876, quando foi removida)


Em 21 de janeiro de 1838 carta de Oliver Cowdery, o braço direito de Joseph Smith nos primórdios da Igreja, acusando Joseph de ter um caso ilícito com Fanny Alger:


"Quando ele [Joseph Smith] estava lá, tivemos uma conversa na qual, em todos os momentos, eu não deixei de afirmar que o que eu havia dito era realmente a verdade. O caso sujo, sórdido e imundo dele e Fanny Alger foi comentado e eu declarei rigorosamente que nunca havia me desviado da verdade sobre este assunto, e como eu supunha, isso foi admitido por ele mesmo."
(Carta escrita por Oliver Cowdery e registrado por seu irmão Warren Cowdery. Veja fotografia no The Mormon Kingdom, vol. 1, página 27)


O escriba de Joseph Smith, William Clayton, relatou como Hyrum Smith convenceu Joseph a escrever a revelação. O objetivo principal seria convencer Emma de que a poligamia era um mandamento de Deus - veja AQUI


Brigham Young diz como Emma, a esposa de Joseph, recebeu a poligamia, no Journal of Discourses. Veja AQUI



Revelação de Joseph sobre a poligamia especificando que a primeira esposa de um homem deve consentir antes que ele possa tomar uma segunda mulher.


“E também, no tocante à lei do sacerdócio: Se um homem desposar uma virgem e desejar desposar outra e a primeira der seu consentimento; e se ele desposar a segunda e elas forem virgens e não estiverem comprometidas com qualquer outro homem, então ele estará justificado; ele não pode cometer adultério, porque elas lhe foram dadas; pois ele não pode cometer adultério com o que lhe pertence e a ninguém mais.” (DeC132:61)


No entanto, Joseph não seguia a "palavra de Deus". Emily Dow Partridge testemunhou que ela e sua irmã foram casadas com Joseph, sem o consentimento de Emma. Veja AQUI





Brigham Young dá às mulheres mórmons um ultimato de duas semanas para sairem da poligamia:


"Agora a minha proposta. Ela é particularmente para as minhas irmãs, pois está acontecendo com frequência que as mulheres dizem que são infelizes. Os homens vão dizer: ‘Minha esposa, apesar de uma mulher excelente, não vivenciou um dia de felicidade desde que eu tomei minha segunda esposa', 'Não, nem um único diade felicidade durante um ano’, diz um. E outra não teve um dia de felicidade por cinco anos. Dizem que as mulheres são amarradas e abusadas: que são utilizadas e não tem a liberdade que elas deveriam ter; que muitas delas estão imersas em um dilúvio de lágrimas ...


"Eu gostaria que minhas próprias esposas entendessem que o que eu vou dizer é para eles, assim como para as outras, e eu quero que as que estão aqui contem àas suas irmãs, sim, à todas as mulheres desta comunidade, e em seguida, escrevam para os Estados, e façam o que quiserem com isto.


Vou dar-lhes a partir deste momento até o dia 6 de outubro próximo, para refletirem, que vocês possam determinar se vocês desejam ficar com seus maridos ou não, e então eu darei à cada mulher a liberdade e direi-lhe: Agora vá ao seu modo, minhas mulheres e o resto, façam à sua maneira. E as minhas mulheres terão que fazer uma das duas coisas: ou endurecer seus ombros para suportarem as aflições deste mundo, e viverem sua religião, ou elas devem partir, pois eu não quero tê-las comigo. Prefiro ir sozinho para o céu do que ter arranhões e brigas à minha volta. Colocarei todas em liberdade. ‘O quê, a primeira esposa também?’ Sim, vou libertar todas ....


"Eu gostaria que minhas esposas e as do irmão Kimball e as do irmão Grant fossem embora, e toda mulher deste território, ou então dissessem em seus corações que irão abraçar o Evangelho – ele todo .... digam às vossas esposas: 'Leve tudo o que eu tenho e seja livre. Mas se você ficar comigo, você deve respeitar a lei de Deus sem protestar e lamentar. Você deve cumprir a lei de Deus em todos os sentidos, e endurecer seus ombros e elevar-se, sem nenhum murmúrio.’


“Agora, lembrem-se que em duas semanas a partir de amanhã irei deixá-las em liberdade. Mas a primeira esposa dirá: 'É difícil, porque eu vivo com o meu marido há vinte anos, ou trinta, e criei uma família de crianças para ele, e é uma grande prova para mim que ele tenha mais mulheres’. Então eu digo que é o momento de você dar à ele outras mulheres que possam gerar-lhe crianças. Se minha esposa tivesse me dado todas as crianças que ela pudesse, a lei celestial me ensinaria a ter mulheres mais jovens que pudessem ter filhos....


"Irmãs, eu não estou brincando, eu não faço minha proposta para brincar com seus sentimentos, para ver se vocês deixarão seus maridos, todas ou nenhuma de vocês. Mas eu sei que há lamúrias eternas, que não cessam, de muitas das mulheres neste território, e estou convencido de que este é o caso. E se as mulheres se desviarem dos mandamentos de Deus e continuarem a desprezar a ordem do céu, eu vou rezar para que a maldição do Todo-Poderoso esteja perto de sua cura, e que possa segui-las durante todo o dia... .


"Preparem-se para duas semanas a partir de amanhã, e eu lhes direi agora, que se vocês ficarem com seus maridos, depois de eu vos libertar, devem se curvar e serem submissas à lei celestial. Vocês podem ir para onde quiserem, depois de duas semanas a partir de amanhã, mas, lembrem-se que eu não ouvirei mais este choramingar."
(Sermon by Brigham Young, Journal of Discourses, Vol. 4., pp. 55-57; also printed in Deseret News, Vol. 6, pp. 235-236)


Brigham Young gaba-se de sua virilidade:


"O irmão Cannon observou que as pessoas se perguntam quantas esposas e filhos eu tenho. Ele pode informá-los de que terei esposas e filhos paos milhões e glória, riqueza e poder e domínio, e reino após reino, e reinarei triunfante."
(Journal of Discourses, Vol. 8, página  178)


"Eu poderia provar a esta congregação que eu sou jovem, pois eu poderia encontrar mais garotas que me escolheriam como marido ao invés de qualquer jovem."
(Journal of Discourses, Vol. 5, página  210)


"O próximo homem que veio queria saber quantas esposas o Irmão Brigham tinha. Eu respondi '... Eu vou adivinhar, se isso fizer algum bem à você .... se eu julgar pela aparência, eu devo presumir que ele por volta de cinquenta ou sessenta."
(Mormon Apostle Ezra T. Benson, Journal of Discourses, Vol. 6, página s 80-81)


Em 19 de fevereiro de 1854, Jedediah M. Grant, segundo conselheiro de Brigham Young, falou no Tabernáculo de Salt Lake, dizendo sobre os casamentos de Joseph Smiths com as esposas de outros homens:


"Quando a organização familiar foi revelada do céu, a ordem patriarcal de Deus, e Joseph começou, de todas as formas, adicionar [mulheres] à sua família, que grande tremor houve em Israel.


“Um irmão dizia para outro:  'Joseph diz que todos os convênios estão banidos, e nenhum é válido além da Nova Aliança. Agora suponha que Joseph venha e diga que ele quer a sua esposa, o que você diria disto?’ ‘Eu diria a ele para ir para o inferno.’ Este foi o espírito de muitas nos primórdios da Igreja ....


"O que um homem de Deus diria? Que ele se sentiria bem quando Joseph lhe pedia o seu dinheiro? Ele diria: 'Sim, e eu gostaria de ter mais para ajudar a edificar o reino de Deus'. Ou se ele chegasse e dissesse 'Eu quero a sua esposa?’ ‘Ah sim’, ele diria: ‘Aqui está ela, há várias outras .'...


“Será que o Profeta Joseph queria todas as esposas de todos os homens que ele pediu? Não...  Se tal homem de Deus vier à mim e disser: 'Eu quero o seu ouro e prata, ou as tuas mulheres, eu deveria dizer: 'aqui estão, eu gostaria de ter mais para te dar, leve tudo o que tenho’."
(Journal of Discourses, vol. 2, pp. 13-14)


A monogamia é errada


Heber C. Kimball, segundo conselheiro de Brigham Young, em como a monogamia faz um homem murchar e secar:


"Tenho notado que um homem que tem uma só mulher, e está inclinado à esta doutrina, logo começa a murchar e secar, enquanto um homem que vai para pluralidade parece fresco, jovem e enérgico. Por que isto? Porque Deus ama aquele homem, e porque ele honra a sua palavra. Alguns de vocês podem não acreditar, mas eu não só acredito, mas eu também sei. Um homem de Deus limitar-se à uma mulher é pequeno negócio ... Eu não sei o que faríamos se tivéssemos apenas uma mulher para cada um."
(Deseret News, 22 de abril de 1857)


Brigham Young declara que a monogamia é um sistema estabelecido por ladrões:


"A monogamia, ou a restrição legal à uma mulher, não faz parte da economia do céu entre os homens. Esse sistema foi iniciado pelos fundadores do império romano .... Roma tornou-se a prostituta do mundo, e introduziu esta ordem de monogamia onde quer que sua dominação fosse conhecida. Assim, esta ordem monogâmica do casamento, tão prezado pelos cristãos modernos como um Santíssimo Sacramento e uma instituição divina, nada mais é que um sistema criado por um conjunto de ladrões ....


"Por que acreditamos e praticamos a poligamia? Porque o Senhor introduziu aos seus servos em uma revelação dada a Joseph Smith, e os servos do Senhor sempre a praticaram. ‘E esta religião é popular no céu? Lá é a única religião popular..."
(The Deseret News, 6 de agosto de 1862)


George A. Smith - Monogâmicos deveriam envergonhar-se:


"Nós respiramos o ar livre, temos os homens mais boniutos e as mulheres mais belas, e se eles invejam a nossa posição, bem eles podem, pois eles são pobres, de mentalidade estreita, uma raça de homens que aprisionam-se perante a lei da monogamia evivem todos os seus dias sob o domínio de uma esposa. Eles deveriam envergonhar-se de tal conduta, e dos canais ainda mais sujos que correm em sua prática. E não é de admirar que eles devem invejar aqueles que tem tão melhor compreensão das relações sociais. "
(Deseret News, 16 de abril 1856)


Brigham Young - A monogamia é a fonte da prostituição e da promiscuidade:


"Desde a fundação do império romano, a monogamia prevaleceu mais extensivamente do que em épocas anteriores. Os fundadores do antigo império eram assaltantes e ladrões de mulheres, e fizeram as leis favorecendo a monogamia em consequência da escassez de mulheres entre eles. Portanto, este sistema monogâmico que hoje prevalece em toda a cristandade, e que tinha sido tão fecunda fonte de prostituição e promiscuidade em todas as cidades monogâmica cristãs do Antigo e do Novo Mundo, tem a podridão e decadência na raiz das suas instituições nacionais e religiosas ".
(Journal of Discourses, Vol. 11, p. 128)


Do jornal da Igreja mórmon "Millenial Star":


"...O sistem amde esposa única não só degenera a família humana, tanto física como intelectualmente, mas é inteiramente incompatível com a noção filosófica de imortalidade, é uma atração à tentação, e sempre foi uma maldição para o povo."
(Millennial Star, vol. 15, p. 227)


Orson Pratt, apóstolo mórmon, explica que o estado depravado da Europa se deve à monogamia:


"Algumas das nações da Europa que acreditam no sistema de uma única esposa tem, de fato, proibido a pluralidade de esposas pelas suas leis. E as consequências são que todos estes países realizam as mais abomináveis práticas: adultérios e relações ilegais prevalecem em todas as suas aldeias, vilas, cidades, países e lugares, da maneira mais terrível." (The Seer, p. 12)


George Q. Cannon – a monogamia foi responsável pelo declínio e queda do Império Romano:


"É um fato digno de nota que as nações com período de vida mais curto de que temos registro foram monogâmica. Roma era uma nação ... monogâmica e os numerosos males que existiam naquele sistema primitivo estabeleceram a base para a ruína que eventualmente a destruiu."
(Journal of Discourses, Vol. 13, p. 202)


Apóstolo Orson Pratt:


"Esta lei da monogamia, ou sistema monogâmico, lançou as bases para a prostituição e para os males e doenças de natureza e caráter mais revoltante, sob as quais a cristandade moderna geme..."
(Journal of Discourses, Vol. 13, página  195)


Brigham Young - Adão era polígamo:


"Agora ouvi, ó moradores da terra, judeus e gentios, santos e pecadores! Quando nosso pai Adão entrou no jardim do Éden, entrou nele com um corpo celestial, e trouxe Eva, uma de suas esposas com ele."
(Journal of Discourses, Vol. 1, página  50)


Brigham Young - Para se tornar um deus, é preciso ser um polígamo:


"Os únicos homens que se tornarão deuses, mesmo os Filhos de Deus, são aqueles que entrarem na poligamia."

 (Journal of Discourses, vol. 11, página 269)


Obras canônicas Mórmons contradizem-se sobre a poligamia


Livro de Mórmon
“Este povo começa a tornar-se iníquo; eles não entendem as escrituras, pois procuram desculpar-se por cometer libertinagens, por causa das coisas que foram escritas com referência a Davi e seu filho Salomão.
Eis que Davi e Salomão realmente tiveram muitas esposas e concubinas, o que foi abominável diante de mim, diz o Senhor.” (Jacó 2: 23-24)


Doutrina e Convênios 132:1, 39


“Em verdade, assim diz o Senhor a ti, meu servo Joseph, já que te dirigiste a mim para saber e compreender como eu, o Senhor, justifiquei meus servos Abraão, Isaque e Jacó; assim como Moisés, Davi e Salomão, meus servos, no que diz respeito ao princípio e doutrina de terem muitas esposas e concubinas... As esposas e concubinas de Davi foram-lhe dadas por mim...”

Criar um Site Grátis    |    Create a Free Website Denunciar  |  Publicidade  |  Sites Grátis no Comunidades.net