Wordpress, Prestashop, Joomla e Drupal Grátis



 INVESTIGAÇÕES SOBRE A IGREJA SUD
POLIGAMIA - quantos praticaram

QUANTOS SUDs PRATICARAM A POLIGAMIA?

Estudos recentes sugerem que o número de mórmons polígamos entre 1850 e 1890, estavam na média de 20 a 30 por cento. Certamente estes números variam de comunidade para comunidade e de ano para ano.

Em alguns casos, a proporção era maior. A prática era extensa sobretudo com líderes mórmons, fossem eles líderes locais ou autoridades gerais.  

Estes cálculos que indicam que, durante todo o tempo que este princípio era praticado, o número de homens, mulheres e crianças que viviam em agregados familiares polígamos atingiu dezenas de milhares.[1]

O pesquisador Nichols afirma que:

“Apesar das estimativas variarem, grande parte dos pesquisadores concordam que algo entre 20 e 30 por cento dos casamentos mórmons antes de 1890 eram polígamos” [2]

Ivins também afirma que:

“A real medida da prática da poligamia em Utah provavelmente nunca será conhecida, pois os casamentos plurais não foram publicamente registados, e há pouca chance de que todos os registros particulares, que poderiam ter sido mantidos, sejam revelados.

“A partir de informações obtidas de várias fontes disponíveis, parece que em certos períodos, cerca de 15 ou possivelmente 20 por cento das famílias mórmons de Utah eram polígamas. [3]

Em um programa especial sobre os mórmons, feita pela rede PBS de televisão norte-americana, foi afirmado o seguinte:

"O casamento plural não era para todos - na verdade, no máximo, de 20 a 30 por cento dos mórmons o praticaram, mais entre a liderança da igreja que entre os membros regulares." (http://www.pbs.org/mormons/peopleevents/e_polygamy.html)

Porém, Gordon B. Hinckley, em uma entrevista televisiva com Larry King (foto ao lado), disse que a poligamia:

"era [praticada] em uma escala restrita, entre 2% e 5% ... uma prática muito limitada entre os primeiros membros.." (confira o vídeo http://youtube.com/watch?v=cLBy4q9DpTQ)

Contudo, o prefácio do novo manual de 2008, na aula de Joseph Smith:

“O Profeta ensinou a doutrina do casamento plural, e um número de tais casamentos foram realizados durante sua vida. Ao longo das décadas seguintes, sob a direção dos presidentes da Igreja que sucederam Joseph Smith, um número significativo de membros da igreja entraram em casamentos plurais.”

Um número significativo não é de 2 a 5% como Hinckley declarou. As estimativas de 20% a 30% é provavelmente mais acurada (veja AQUI - mentindo em nome de Deus).  

Além disso, estatisticamente os números acima são apenas análises dos HOMENS polígamos. Se a estatística for feita contando-se apenas as mulheres que praticavam a poligamia, os valores obtidos seriam muito mais elevados.

NÚMERO DE POLÍGAMOS PRESOS

A própria Igreja afirmou que mais de 1.300 de seus homens tinham sido condenados por acusações de poligamia, lamentando a "perseguição" a que foram sujeitos.  

A foto acima mostra o Presidente George Q. Cannon (sentado) entre alguns dos SUDs condenados por poligamia.

E este é apenas o número daqueles que foram capturados e condenados, pois há declarações que os SUDs usavam de subterfúgios para enganar a lei (veja mais detalhes AQUI).

Em uma análise superficial, ao considerarmos os 1.300 homens polígamos, e supondo apenas duas esposas para cada homem, havia pelo menos 2.600 mulheres envolvidas em casamentos polígamos. Isso significa, pelo menos, 3.900 mórmons eram polígamos. 3.900 pessoas é um “número muito limitado” dentro de uma comunidade?

Certamente esta é apenas a ponta do iceberg, pois apenas os homens que foram capturados e incriminados pelo governo federal foram contados. O número real era muito mais elevado, e provavelmente teria sido ainda maior se houvesse mais mulheres disponíveis.

Ainda, foram contadas apenas duas esposas para cada homem. Embora a maioria dos homens mórmons realmente tinham “apenas” uma mulher extra, cerca de 34% dos homens tiveram um número maior de mulheres:

"Dos 1.784 polígamos, 66.3% casaram-se apenas com uma mulher extra [aprox. 1182 homens], Outros 21.2% tinham três mulheres [aprox. 378 homens], e 6.7%  foram longe a ponto de terem quatro esposas [aprox. 119 homens]. Isto deixa um pequeno grupo de menos de 6% de homens que se casaram com cinco ou mais mulheres [aprox. 105 homens]." [4]



__________________________
Notas:
1 – Hardy, B. Carmon, Solemn Covenant (Urbana, IL: University of Illinois, 1992), 17.
2 – Nichols, Jeffrey, Prostitution, Polygamy, and Power: Salt Lake City, 1847-1918 (Urbana, IL: University of Illinois Press, 2002), 17; cf. D. Michael Quinn, Mormon Hierarchy: Extensions of Power (Salt Lake City: Signature Books, 1997), 329 and Richard Van Wagoner, Mormon Polygamy: A History (Salt Lake City: Signature Books, 1989), 91-92, and Kathryn M. Daynes, More Wives Than One (Urbana, IL: University of Illinois, 2001), Chapter Six.
3 – Ivins, Stanley S., "Notes on Mormon Polygamy," in D. Michael Quinn, ed., The New Mormon History: Revisionist Essays on the Past (Salt Lake City: Signature Books, 1992), 170-171.
4 – Ibid., 173.


Criar um Site Grátis    |    Create a Free Website Denunciar  |  Publicidade  |  Sites Grátis no Comunidades.net