INVESTIGAÇÕES SOBRE A IGREJA SUD
RACISMO - citações

PRECONCEITO RACIAL - CITAÇÕES RACISTAS <!-- /* Font Definitions */ @font-face {font-family:"Cambria Math"; panose-1:2 4 5 3 5 4 6 3 2 4; mso-font-charset:0; mso-generic-font-family:roman; mso-font-pitch:variable; mso-font-signature:-1610611985 1107304683 0 0 159 0;} @font-face {font-family:Calibri; panose-1:2 15 5 2 2 2 4 3 2 4; mso-font-charset:0; mso-generic-font-family:swiss; mso-font-pitch:variable; mso-font-signature:-1610611985 1073750139 0 0 159 0;} /* Style Definitions */ p.MsoNormal, li.MsoNormal, div.MsoNormal {mso-style-unhide:no; mso-style-qformat:yes; mso-style-parent:""; margin-top:0in; margin-right:0in; margin-bottom:10.0pt; margin-left:0in; line-height:115%; mso-pagination:widow-orphan; font-size:11.0pt; font-family:"Calibri","sans-serif"; mso-fareast-font-family:Calibri; mso-bidi-font-family:"Times New Roman";} .MsoChpDefault {mso-style-type:export-only; mso-default-props:yes; font-size:10.0pt; mso-ansi-font-size:10.0pt; mso-bidi-font-size:10.0pt; mso-ascii-font-family:Calibri; mso-fareast-font-family:Calibri; mso-hansi-font-family:Calibri;} @page Section1 {size:8.5in 11.0in; margin:70.85pt 85.05pt 70.85pt 85.05pt; mso-header-margin:.5in; mso-footer-margin:.5in; mso-paper-source:0;} div.Section1 {page:Section1;} -->


A Igreja SUD (mórmon) afirma possuir um profeta (e também presidente), o único homem nesta terra que fala diretamente com Deus e revela Suas vontades. Mas qual o problema de possuir um profeta?

Segundo os mórmons, nenhuma. E podemos ver, de acordo com as escrituras mórmons, o que eles pensam:

Doutrina e Convênios 68:4: “E tudo que disserem [os profetas], quando movidos pelo Espírito Santo, será escritura, será a vontade do Senhor, será a mente do Senhor, será a palavra do Senhor, será a voz do Senhor e o poder de Deus para a salvação”.

Mas e se o profeta der maus conselhos aos membros, assumindo ser esta a vontade de Deus? Se mais tarde for provado que o profeta estava errado sobre algo pequeno, não há problema. Mas e se for alguma coisa realmente importante?

DEVEMOS OUVIR AO PROFETA, MESMO QUANDO ELE ESTIVER ERRADO?

No discurso do presidente Heber J. Grant, citado pelo apóstolo Marion G. Romney em 1960, e também citado em “The Covenant of the Priesthood,” Ensign, July 1972, p. 98 (sublinhado nosso):

"Sempre mantenha seus olhos no president da igreja, e se ele te disser para fazer algo, mesmo que esteja errado, e você o fizer, o Senhor irá abençoá-lo por isso, mas não se preocupe. O Senhor jamais deixará que Seu profeta desencaminhe Seu povo” (Conference Report, October 1960, p. 78)

Se Brigham Young instituiu o impedimento do sacerdócio aos negros sem ser dirigido por Deus, isso é muito sério para ser ignorado. E se todos os profetas após Brigham Young, até Spencer W. Kimball, permitiram que nada fosse mudado, então como alguém pode dizer que estes homens eram os verdadeiros profetas de Deus?

Para homes de Deus negarem à uma raça inteira os benefícios do sacerdócio por 150 anos é imperdoável! A igreja estaria melhor se tivesse sido governada por um grupo de homens, que não clamam a autoridade divina, e que poderiam ser responsabilizados por seus atos.

É realmente irônico que todas as igrejas cristãs, que não clamam ter profetas, permitiram os mesmos direitos aos negros e brancos muito antes da igreja SUD. Se os profetas SUD cometeram esse erro, então por que devemos acreditar em outros assuntos que eles revelam?

Mas por que essa doutrina foi aceita pelos membros da igreja SUD? Os membros podem desafiar o profeta? Algumas citações da revista da igreja nos dá uma resposta:
"Quando o profeta fala, o debate acaba".
N. Eldon Tanner, August Ensign 1979, pages 2-3

"Quando nossos líderes falam, já pensaram muito. Quando eles propõem um plano, é um plano de Deus. Quando eles apontam o caminho, não há discussão, isso deve marcar o final da controvérsia” (citado como parte dos ensinamentos impressos em Improvement Era, June 1945, p. 345).


Baseados em motivos particulares (veja AQUI) e usando a má interpretação das escrituras, a igreja mórmon iniciou uma das piores e mais vergonhosas políticas: o preconceito racial.

Inicialmente, vejamos a "base" utilizada na Bíblia. Analisemos a passagem de Gênesis 4:10-15 em duas partes:

"E disse Deus: Que fizeste? A voz do sangue do teu irmão clama a mim desde a terra. E agora maldito és tu desde a terra, que abriu a sua boca para receber da tua mão o sangue do teu irmão. Quando lavrares a terra, não te dará mais a sua força; fugitivo e vagabundo serás na terra". 
 
Nào há dúvidas que a maldição, no caso, foi que Caim não mais seria um agricultor, mas sim um vagabundo sobre a terra.
 
"Então disse Caim ao SENHOR: É maior a minha maldade que a que possa ser perdoada.Eis que hoje me lanças da face da terra, e da tua face me esconderei; e serei fugitivo e vagabundo na terra, e será que todo aquele que me achar, me matará.O SENHOR, porém, disse-lhe: Portanto qualquer que matar a Caim, sete vezes será castigado. E pôs o SENHOR um sinal em Caim, para que o não ferisse qualquer que o achasse.

Aqui também está bem claro: Caim, preocupado que quem o encontrasse o matasse, suplica a Deus, que, apenas então, coloca uma marca para proteger Caim

Assim, amaldiçoados seriam aqueles que matassem Caim, sete vezes mais do que o róprio Caim foi castigado. 

Em nenhum momento é dito que Caim não poderá ter as bênçãos da vida, que não poderá se casar ou que será o "servo dos servos". Muito menos o tipo da marca (e não maldição) que ele recebeu é especificado nas escrituras.

Vejamos então algumas citações dos profetas, que apontaram caminhos e planos a serem seguidos quanto ao racismo:

1 - PRECONCEITO CONTRA OS JUDEUS

BRIGHAM YOUNG– Segundo presidente da igreja (período:1947-1877)

“Eu preferiria me comprometer a converter cinco mil Lamanitas [nativos americanos], a converter uma dessas pobres e miseráveis criaturas [judeus] cujos pais mataram o Salvador... Sim, eu preferiria me comprometer a converter o próprio Diabo, se fosse possível... Eu diria aos que aí estão abandonem, e venham para casa, o Senhor não precisa que vocês fiquem aí, pois eles devem sofrer e ser amaldiçoados”. Journal of Discourses, vol. 2, p. 143, 1854

2 - PRECONCEITO RACIAL CONTRA OS NEGROS

JOSEPH SMITH – Fundador e primeiro presidente da Igreja (período:1930-1944)

Ao contrário do que muitos mórmons proclamam, durante a década de 1830, Joseph Smith era a favor da escravidão, acreditando que os negros eram "filhos de Cão" e que Cão amaldiçoou Canaã e seus descendentes com a marca negróide.

De fato, esta era a crença geral, e apenas os Quakers, alguns "livre-pensadores" e espiritualistas acreditavam que a escravidão era demoníaca.

Certa vez, Joseph Smith referiu-se aos negros do sul dos EUA, que lutavam pela sua liberdade, como  "pretos rebeldes na sua condição de escravos"(Millennial Star 22:602).

Ainda:
“Se eu tivesse algo a ver com o negro, eu os manteria limitados à sua própria espécie por lei rigorosa ..." (History of the Church, Vol. 5, páginas 218-219).

ORSON PRATT – Quórum dos Doze (período: 1835-1881)

Entre os Santos [isto é, Mórmons] e o lugar mais provável para esses espíritos [preexistentes] tomarem seus ‘tabernáculos’, através de pais piedosos (...) O Senhor não os manteve guardados por cinco ou seis mil anos, e os manteve esperando por seus corpos este tempo todo, para mandá-los nascer entre os hotentotes, os negros africanos, os hindus idólatras ou qualquer outra das nações degeneradas da Terra. Eles não são guardados para depois vir a receber pais tão baixos na Terra; não, o Senhor não é assim". Journal of Discourses, volume 1, página 64.

BRIGHAM YOUNG

Presidente Brigham Young, ao responder uma questão lançada a ele pelo líder Lorenzo D. Young numa reunião no dia 25 de dezembro de 1869, em Salt Lake City , disse que Joseph Smith havia declarado que:

"os negros não foram neutros no céu, pois todos os espíritos tomaram partido, mas a posteridade de Caim é negra porque ele (Caim) cometeu assassinato".The Way to Perfection (O Caminho Para a Perfeição), páginas 105-106.

"Quando todas os outros filhos de Adão tiveram o privilégio de receber o Sacerdócio, na vinda do reino de Deus, e de ser arrebatados dos quatro cantos da terra, e receber a ressurreição dentre os mortos, então será removida a maldição de Caim e de sua descendência... Ele é o último em compartilhar as alegrias do reino de Deus". Journal of Discourses, Vol. 2, página 143

"Em nossa primeira colônia em Missouri, foi dito pelos nossos adversários que nós planejávamos maltratar os escravos. Não que nós tivéssemos qualquer idéia deste tipo, pois tal coisa jamais passou por nossas mentes. Nós sabíamos que os filhos de Cão deveriam ser 'servos de servos' e nenhum poder sob o céu poderia mudar isso, enquanto o Senhor permitisse que eles sofressem a maldição, e isto tudo era conhecido como nossa opinião religiosa a respeito deles". Journal of Discourses, Vol. 2, página 172

"Caim matou o irmão dele... e Deus pôs uma marca nele que é o nariz chato e pele negra...
Até quando essa raça vai suportar essa maldição terrível que está neles? Essa maldição permanecerá neles, e eles nunca poderão celebrar o Sacerdócio ou poderão compartilhar disto até que todos os outros descendentes de Adão recebam as promessas e desfrutam as bênçãos do Sacerdócio... Até o último descendente dos filhos de Adão for trazido até aquela posição de favorecer, os filhos de Caim, não podem receber as primeiras ordenações do Sacerdócio". Journal of Discourses, Vol.7, pp. 290-291

"Você vê alguns grupos da família humana são negros, desajeitados, feios, desagradáveis e baixos em seus costumes, selvagens e aparentemente sem a benção da inteligência que é normalmente dada à humanidade. O primeiro homem que cometeu o odioso crime de matar um de seus irmãos foi amaldiçoado por mais tempo do que qualquer outro filho de Adão. Caim matou seu irmão. Caim poderia ter sido morto e isto teria findado aquela linhagem de seres humanos. Mas não era para ser assim, e o Senhor pôs uma marca nele, que é o nariz chato e a pele negra. Siga a história da humanidade até após o dilúvio e ali uma nova maldição é lançada sobre a mesma raça — eles seriam 'servos de servos'; e assim será até que a maldição seja retirada; e aqueles que querem libertar os escravos não poderão fazer nada a respeito, nem sequer alterar este decreto". Journal of Discourses, vol. 7, páginas 290-291

"Devo eu lhes falar da lei de Deus a respeito da raça africana? Se o homem branco que pertence à 'semente' escolhida misturar seu sangue com a semente de Caim, a penalidade, na lei de Deus, é morte na hora. Assim será para todo sempre”. Journal of Discourses, Vol. 10, página 110

JOHN TAYLOR – terceiro presidente da igreja (1880-1887)

''E após o dilúvio, nós aprendemos que a maldição pronunciada sobre Caim foi continuada através da esposa de Cão, pois ele tinha se casado com uma mulher daquela descendência. E por que a semente de Caim foi preservada durante o dilúvio? Porque era necessário que o diabo tivesse um representante na terra, assim como Deus.'' Journal of the Discourses, Vol. 22, página 304

"Por exemplo, os descendentes de Caim não podem retirar a escuridão de suas peles, de uma vez, e imediatamente... Caim e sua posteridade devem usar a marca que Deus colocou sobre eles; e seus amigos brancos lavarão a raça de Caim com sabão todos os dias, e eles não conseguirão retirar a marca de Deus” Millennial Star, Vol. 14, pg. 418.


"A degeneração racial, resultante em diferenças na aparência e na atitude espiritual, apareceu desde a queda [de Adão]. Nós sabemos as circunstâncias sob as quais a posteridade de Caim (e depois, de Cão) nasceram com as características da raça negra (Moisés 5:16-41; 7:8,12,22; Abraão 1:20-27)".


“O livro de Mórmon explica porque os Lamanitas receberam a pele escura e um estado degenerado (2 Ne. 5:21-23).”


"Se nós tivéssemos toda a história verdadeira de todas as raças e nações, nós saberíamos as origens de todas as características distintas. Na ausência destas informações detalhadas, entretanto, nós sabemos apenas o princípio geral que todas essas mudanças, a partir da perfeição física e espiritual, foram trazidas à tona pelas verdades do evangelho”. (Doctrines of Salvation, vol. 1, pp. 148-151; vol. 3, pp. 313-326; Mormon Doctrine 1999 printing, p. 616).

JOSEPH FIELDING SMITH – Quórum dos doze (1910-1972) e décimo presidente (período: 1970-1972)

''Existe uma razão para um homem nascer preto e com outras desvantagens, enquanto outro nasce branco e com grandes vantagens... Na guerra nos Céus, não houve nenhum neutro. Todos tomaram partido, fosse com Cristo ou com Satanás. Todo homem teve seu arbítrio lá, e aqui os homens são recompensados de acordo com suas ações lá... A raça negra, evidentemente, está recebendo o galardão que merece''
(Doutrinas de Salvação, Vol. 1, páginas 61, 67 e 73).

É muito claro que a marca que foi posta sobre os descendentes de Caim foi a pele escura... já foi notado em nossos dias que o homem que perdeu o espírito do Senhor, e cujas bênçãos foram removidas, se tornaram escuros à ponto de provocar comentários de todos que o conhece”

"Os que lá foram fiéis em todas as coisas receberam bênçãos maiores aqui, e os que não o foram, receberam menos (...) Na guerra nos céus, não houve nenhum neutro. Todos tomaram partido, fosse com Cristo ou com Satanás. Todo homem teve seu arbítrio lá, e aqui os homens são recompensados de acordo com suas ações lá, exatamente como receberam recompensas no mundo vindouro pelos feitos quando na carne. A raça negra, evidentemente, está recebendo o galardão que merece”. Doutrinas da Salvação, volume I, páginas 67, 73.

''Existe uma razão para um homem nascer preto e com outras desvantagens, enquanto outro nasce branco e com grandes vantagens. A razão é que estávamos em um estado antes de virmos para cá (Terra) e éramos obedientes, mais ou menos, às leis que nos foram dadas lá. Aqueles que foram mais fiéis à todas as coisas receberam maiores bençãos aqui, e aqueles que não foram fiéis receberam menos. Juvenile Instructor, vol. 26, p. 635


''Entre os que cairam devia haver algumas inteligências superiores.O proprio Lúcifer era desta espécie, e devido a isso, foi capaz de influenciar tantos espiritos seus companheiros. Não sabemos quantos ''quase'' foram persuadidos, sendo indiferentes e simpatizantes com Lúcifer sem segui-lo. As escrituras não se manifestam sobre este ponto....

"Entretanto, concluímos racionalmente que muitos não se postaram ao lado de Miguel na grande batalha pela proteção do livre arbítrio e do plano de exaltação através dos méritos, mesmo que talvez não tivessem entrado em rebelião aberta. 

"Somos justificados nessa conclusão por várias passagens de escritura que parecem relacionar-se com o assunto. O homem possuía livre arbítrio, e portanto, um terço rebelou-se. Naturalmente concluímos que outros, entre os dois terços, não mostraram a devida lealdade com seu Redentor. Foi um pecado que não merecia castigo extremo infligido ao diabo e seus anjos .... Não lhes foi negada a vinda à vida terrestre nem o privilégio de receber o segundo estado, mas foram-lhes impostas algumas restrições. 

"Poucos duvidarão de que a raça negra tenha sido colocada aqui na terra sob restrições devido à sua atitude no mundo pré-mortal. A limitação quanto ao sacerdocio só pode ser encarada como punição por algum ato ou atos perpetrados antes de nascerem". The Way to Perfection, página 41 – edição de 1978.



“Milhões de almas tem vindo a este mundo amaldiçoadas com uma pele negra,e tem sido negadas o privilegio do Sacerdócio e a plenitude das bênçãos do Evangelho”. The Way to Perfection, página 43.

"Não somente Caim foi condenado a sofrer, mas por causa de sua maldade ele se tomou o pai de uma raça inferior. Uma maldição foi lançada sobre ele, e esta maldição tem continuado através de sua linhagem, e continuara assim enquanto tempo existir. 

"Milhões de almas tem vindo a este mundo amaldiçoadas com uma pele negra, e têm sido negadas o privilégio do Sacerdócio e a plenitude das bênçãos do Evangelho. Estes são os descendentes de Caim. Alem disso, eles foram forçados a sentirem sua inferioridade, e têm sido separados do resto da humanidade desde o começo (...) nós também esperamos que bênçãos possam, eventualmente, ser dadas aos nossos irmãos negros, pois eles são nossos irmãos—filhos de Deus—apesar de suas peles negras, símbolos de eterna escuridão”. The Way to Perfection, páginas 101-102.

“Presidente Brigham Young, ao responder uma questão lançada a ele pelo líder Lorenzo D. Young numa reunião no dia 25 de dezembro de 1869, em Salt Lake City, disse que Joseph Smith havia declarado que os negros não foram neutros no céu, pois todos os espíritos tomaram partido, mas a posteridade de Caim é negra porque ele (Caim) cometeu assassinato". The Way to Perfection, páginas 105-106.

"Cão, através de Egitus, continuou a maldição que havia sido colocada sobre a 'semente' de Caim. Por causa desta maldição, esta raça escura foi separada e isolada do resto da posteridade de Adão antes do dilúvio, e desde aquele tempo a mesma condição tem continuado, e eles têm sido 'desprezados entre todos os povos'. Esta doutrina não começou com o Presidente Brigham Young, mas já era ensinada pelo Profeta Joseph Smith (...) nós todos sabemos que é devido aos seus ensinos que o negro é hoje barrado no Sacerdócio”. The Way to Perfection, páginas 110-111.

MARK E. PETERSEN – membro do Quórum dos Doze (1944-1984)

Discurso: Race Problems -- As They Affect The Church
Convention of Teachers of Religion on the College Level,
Brigham Young University, Provo, Utah, August 27, 1954.

"Quem colocou os negros originalmente na mais escura África? Foi algum homem, ou foi Deus? E quando Ele os colocou ali, Ele os segregou (...)
O Senhor segregou o povo tanto quanto ao sangue, como ao lugar de residência. 

"Pelo menos no caso dos Lamanitas e dos negros nós temos a palavra definitiva do próprio Senhor, de que ele colocou sobre eles uma pele escura como uma maldição – como uma punição e como um sinal aos outros. Ele proibiu que outras raças se casassem com eles sob a ameaça de extensão da maldição (...) 

"E Ele certamente segregou os descendentes de Caim quando Ele amaldiçoou o negro para o Sacerdócio, e os separou dos outros de maneira absoluta. Você poderia até dizer que Ele baixou uma cortina de ferro ali.

"Agora nós somos generosos com os negros. Nós permitimos que o negro tenha a melhor educação. Eu estaria disposto a permitir que todos os negros dirigissem um cadilac se eles pudessem pagar por isso. Eu permitiria que eles tivessem todas as vantagens que eles pudessem neste mundo. Mas vamos deixar que eles aproveitem essas coisas entre eles. 

"Eu acho que o Senhor segregou o negro - e quem é o homem para mudar essa segregação? Isso me lembra a escritura do casamento: 'o que Deus juntou, nenhum homem pode separar'. Apenas temos o reverso disso – o que Deus separou, nenhum homem deve juntar novamente.

 “Pense no negro, amaldiçoado pela ausência do Sacerdócio. Será que temos preconceito contra ele? Injustamente, às vezes somos acusados de tal preconceito. Mas o que é que a misericórdia de Deus terá para ele? Este negro, em sua preexistência, viveu um tipo de vida que justificasse que Deus o enviasse à Terra na linhagem de Caim com a pele negra, e possivelmente fosse colocado na África mais escura. 

"Se este negro aceitar o evangelho quando ouvi-lo, poderá receber muitas das bênçãos do evangelho. Apesar de tudo que ele fez em sua vida preexistente, se o negro aceitar o evangelho com fé verdadeira e sincera e for realmente convertido, o Senhor deseja dar-lhe as bênçãos do batismo e o dom do Espírito Santo (...).

"Se o negro for fiel em todos os seus dias, ele pode e irá entrar no reino Celestial. Ele irá para lá como servo, mas ele alcançará a glória celestial.
 
"Se eu me casasse com uma mulher negra e tivesse filhos com ela, meus filhos seriam todos amaldiçoados para o sacerdócio. Será que eu quero que os meus filhos sejam amaldiçoados para o sacerdócio? Se houver uma gota de sangue negro em meus filhos, como eu já li para vocês, eles receberão a maldição. Não há nenhum argumento, portanto, quanto ao casamento com negros, há? 

"Existem cinquenta milhões de negros nos Estados Unidos. Se eles conseguissem uma completa absorção com a raça branca, pense no que aconteceria. Com cinquenta milhões de negros casados conosco, onde estaria o sacerdócio? Quem poderia mantê-lo, aqui na América? Pense no que isso faria ao trabalho da igreja!”

BRUCE R. MCCONKIE – Quórum dos Doze (período: 1972-1985)

"Em geral, os sistemas de castas têm sua raiz e origem no próprio evangelho e quando elas funcionam de acordo com os decretos divinos, as restrições resultantes e a segregação são corretas e próprias e tem a aprovação do Senhor. 

"Para ilustrar: Caim, Ham e toda a raça negra foram amaldiçoados com uma pele preta, a marca de Caim, assim eles podem ser identificados separadamente como uma casta, pessoas com quem os outros descendentes de Adão não deveriam se casar (Gen. 4; Moses 5.)". Mormon Doctrine, 1979, página 114.

    “Como ilustração temos Caim... e toda a raça negra que tem sido amaldiçoada com a pele negra...” Mormon Doctrine, página pg. 114.

"Apesar dele ser um rebelde e um associado de Lúcifer na pré-existência, e apesar dele ser um mentiroso desde o início, cujo nome é Perdição, Caim foi amaldiçoado com uma pele escura. 

"Ele se tornou o pai dos negros e aqueles espíritos que não são merecedores de receberem o Evangelho são nascidos nessa linhagem. Ele se tornou o primeiro mortal a ser amaldiçoado como o filho da perdição. Como resultado de seu nascimento mortal, ele assegurou um corpo tangível de carne e ossos na eterniadade, um fato que irá permitir que ele reine sobre Satã". Mormon Doctrine, pg 343

"Aqueles que eram de menor valor na preexistência, e que, portanto tiveram certas restrições espirituais impostas sobre eles durante suas vidas mortais, são conhecidas por nós como negros. 

"Tais espíritos foram enviados a Terra através da linhagem de Caim, sendo que a marca colocada nele devido a sua revolta contra Deus e o assassinato de Abel é a pele negra (...) O filho de Noé, Cão, casou-se com Egyptus, uma descendente de Caim, preservando assim a linhagem negra através do dilúvio (...) 

"Os negros não são iguais às outras raças no que diz respeito às bênçãos espirituais, especialmente o sacerdócio e as bênçãos do templo que procedem disso, mas esta desigualdade não é de origem humana. É ação do Senhor, baseado nas Suas eternas leis de justiça, e procede da falta de valor espiritual dos negros, enquanto se achavam no estado original”. Mormon Doctrine, décima edição, páginas 527-528.

"Degeneração racial, resultando em diferenças de aparência e em capacidade espiritual, têm surgido desde a queda. Nós conhecemos as circunstâncias sob as quais a posteridade de Caim (e mais tarde de Cão) foi amaldiçoada com aquilo que chamamos características raciais negróides". Mormon Doctrine, página 616.

RESULTADO:

"A igreja não tem nenhuma intenção de mudar sua doutrina no tocante ao negro... Ao longo da história da igreja Cristã original, o negro nunca celebrou o sacerdócio. Realmente não há nada que nós possamos fazer para mudar isto. É uma lei de Deus". Seattle Magazine, Dezembro de 1967, pág. 60

O apologista mórmon John L. Lund escreveu o seguinte:

"Brigham Young revelou que os negros não receberão o Sacerdócio até o grande tempo depois do segundo advento de Jesus Cristo... Nossos profetas atuais estão de pleno acordo com Brigham Young e os outros líderes do passado quanto a questão do Negro e o Sacerdócio...  

"Toda a pressão social no mundo não mudará o que Deus decretou... 

"Os profetas declararam que há pelo menos duas especificações principais que têm de ser cumpridas antes dos negros possuir o Sacerdócio. A primeira exigência tem a ver com o tempo. Não será permitido aos negros celebrar o Sacerdócio durante a mortalidade, na realidade, não até depois da ressurreição de todos os filhos de Adão. A outra requer que os negros passem pela mortalidade primeiro antes de possuírem o Sacerdócio". A Igreja e o Negro, 1967, pp. 45-48

O escritor mórmon Arthur M. Richardson declarou: 

"A Igreja de Jesus Cristo dos Santos dos Últimos Dias não foi chamada a levar o evangelho aos pretos, e não o faz." (Arthur M. Richardson, That Ye May Not Be Deceived, p.13. Citado por Tanner, Mormonism, Shadow or Reality?, p.274.)

3 - PRECONCEITO RACIAL CONTRA OS INDIOS

SPENCER W. KIMBALL – Décimo-segundo presidente da igreja (período: 1973-1985)

General Conference Report, October, 1960. Improvement Era, December 1960, pp. 922-923.

“Eu vi um contraste impressionante no progresso dos indígenas hoje... Por anos eles tem crescido e agora eles estão se tornando brancos e encantadores, conforme foi prometido. 

"Nesta foto de vinte missionários lamanitas, quinze são tão brancos quanto os Anglo-saxões, cinco são mais escuros mas também formosos. As crianças em programas de realocação de casas em Utah são geralmente mais claras que seus irmãos e irmãs da reserva.

 Em um encontro, um pai, uma mãe e sua filha de 16 anos estavam presentes, e a garotinha estava sentada entre o pai e a mãe escuros - era evidente que ela era vários tons mais clara que seus pais – da mesma reserva, sujeitos ao mesmo sol, vento e clima... Estes membros jovens da igreja estão mudando, ficando mais claros e formosos. 

"Um élder branco disse brincando que ele e seus companheiros estavam doando sangue regularmente à um hospital, na esperança que este processo pudesse ser acelerado.”

LIVRO DE MÓRMON E O PRECONCEITO RACIAL:

2 Nefi 5:20-24
20. E a palavra so Senhor foi cumprida, quando me disse: - Quando deixarem de ouvir as tuas palavras, serão afastados da presença do Senhor. E eis que foram afastados de sua presença.
21. E ele fez cair a maldição sobre eles, sim, uma dolorosa maldição por causa de suas iniqüidades. Pois tinham endurecido seus corações. contra ele de tal modo que pareciam de pedra; e por serem brancos, notavelmente formosos e graciosos, e para que não seduzissem a meu povo, o Senhor Deus fez com que sua pele se tornasse escura.
22. E assim diz o Senhor Deus: Eu farei com que sejam repugnantes a teu povo, a menos que se arrependam de seus pecados.
23. E amaldiçoada será a semente daquele que se misturar com a semente deles; pois que será amaldiçoada com a mesma maldição. O Senhor assim disse e assim aconteceu.
24. E por causa da maldição que pesava sobre eles, tornaram-se um povo preguiçoso, cheio de maldade e astúcia, que se dedicou a caçar as feras do deserto.

Jaco 3:5-9
5. Eis que os lamanitas vossos irmãos, de quem não gostais por causa de sua imundície e da maldição que caiu sobre sua pele, são mais justos que vós; porque não se esqueceram do mandamento do Senhor, dado a nossos pais, de que não deviam ter mais que uma esposa, e nenhuma concubina, e que não se cometesse libertinagem entre eles.
6. E observam este mandamento; assim por causa dessa observância em guardar este mandamento, o Senhor Deus não os destruirá, mas será misericor­dioso para com eles, e um dia virão a ser um povo abençoado.
7. Eis que seus maridos amam suas esposas e suas esposas, seus maridos, e ambos os esposos amam a seus filhos; e a sua incredulidade e ódio para convosco são devidos à iniqüidade de seus pais; portanto, em que sois vós melhores do que eles perante vosso grande Criador?
8. Ó meus irmãos, temo que, a menos que vos arrependais de vossos pecados, a pele deles será mais branca do que a vossa, quando fordes levados com eles perante o trono de Deus.
9. Portanto, dou-vos um mandamento, que é a palavra de Deus, que não deveis mais injuriá-los por sua pele escura, nem deveis injuriá-los por sua imundície; mas deveis recordar vossa própria imundície e não esquecer que a imundície deles veio por causa de seus pais.

Alma 3:6
6. E a pele dos lamanitas era escura, por causa da marca que havia sido posta sobre seus pais, como maldição por sua transgressão e rebeldia contra seus irmãos Nefi, Jacó, José e Sam, que foram homens justos e santos.

3 Nefi 2:14-16
14. E sucedeu que os lamanitas que se haviam anexado aos nefitas foram contados entre estes.
15. Sua maldição foi desfeita e sua pele tornou-se branca como a dos nefitas.
16. Seus filhos e filhas tornaram-se sumamente belos e foram contados entre os nefitas, sendo chamados nefitas. E assim se passou o ano décimo terceiro.

Criar um Site Grátis    |    Create a Free Website Denunciar  |  Publicidade  |  Sites Grátis no Comunidades.net