Wordpress, Prestashop, Joomla e Drupal Grátis



 INVESTIGAÇÕES SOBRE A IGREJA SUD
REMOVENDO SEU NOME DA IGREJA1

COMO REMOVER SEU NOME DOS ARQUIVOS DA IGREJA


(artigo original AQUI)

Ao contrário de outras igrejas, a Igreja de Jesus Cristo dos Santos dos Últimos Dias não exclui a adesão dos membros devido à inatividade. A menos que uma pessoa solicite especificamente que deseja excluir seu nome dos arquivos da igreja, ele permanecerá e será tido como membro até os 110 anos.

A seguir estão sugestões para escrever uma carta à Igreja SUD para excluir sua associação.

A carta deve ser enviada ao bispo da ala que tem seu registro de membro. Certifique-se de manter uma cópia da carta em seus arquivos. A carta deve ser com suas próprias palavras, mas começar com algo como:



“Esta carta é para informar que a partir de (indicar a data) eu renuncio minha posição de membro da Igreja de Jesus Cristo dos Santos dos Últimos Dias.


Você pode então listar as suas razões para sair, se você desejar. Muitos bispos nunca viram uma pessoa sair da igreja, por não acreditar que esta é verdadeira. Veja isso como uma oportunidade para plantar algumas sementes. No entanto, você não é obrigado a dar-lhes qualquer motivo para sua escolha.

Tenha em mente que eles não têm o direito de manter seu nome em sua lista de membros depois que você informá-los de sua decisão. Perceba que, uma vez que você não é mais um membro, você não terá ninguém da igreja para visitá-lo e tentar convencê-lo a voltar. Você não terá que passar por tribunais ou encontrar com eles, a menos que assim o deseje. Porém, ao manter-se como membro, você pode dar a impressão que aceita a autoridade do sacerdócio para chamá-lo para uma reunião, um julgamento (tribunal) ou repreensão.

Se você tem crianças batizadas, você deve incluir seus nomes delas em sua carta, afirmando que o nome delas também devem ser excluídos. Você pode pedir aos seus filhos que também assinem a carta. Lembre-se, eles tinham idade suficiente para se batizarem aos oito anos, portanto eles tem idade suficiente para renunciarem. Também informe a igreja que você e sua família desejam seus nomes fora de qualquer lista de chamada ou visita.

É uma boa idéia de enviar cópias da sua carta ao seu Bispo, Presidente da Estaca, presidente da Igreja Mórmon e para o departamento de membros em Salt Lake City.

LDS Membership Records Dept.
50 E North Temple Rm 1372
Salt Lake City, UT 84150-5310
(801) 240-3500

Você deve incluir a data e local de seu nascimento e a última ala que você frequentou, pois ela deve ter os seus registros, e assim eles podem localizar o seu arquivo.

O Manual de Instruções da Igreja diz que o bispo deve esperar 30 dias, no caso de você mudar de idéia, antes de finalizar este procedimento. Especifique que você renuncia ao período de 30 dias de espera e deseja uma carta confirmando que a remoção do seu nome foi realizada DE ACORDO COM O SEU PEDIDO.

Informe-o que a palavra "excomunhão" não deve ser usada na carta dele endereçada à você ou nos registros da igreja. ("Excomunhão" implica que a sua adesão foi encerrada devido a algum ato imoral.)

Se você não ouvir alguma resposta do Bispo após 30-40 dias, escreva uma outra carta para ele insistindo que ele aja como você instruiu, caso contrário, você será forçado a procurar uma ação judicial. Você pode também informar que começará uma campanha ao escrever para os jornais e informá-los do controle da Igreja e da injustiça neste caso.

Lembre-se, você não está pedindo um favor. Você tem o direito de encerrar a sua participação, se você o escolher. Você está saindo, eles não estão “demitindo-o”. Para mais informações sobre como renunciar àa sua filiação, veja http://www.mormonresignation.com/

MODELO DE CARTA EM PORTUGUÊS - exemplo 1

Carta de resignação

[CIDADE], 2 de dezembro de 2009

Bispo________________
Presidente______________

Prezados senhores:

Solicitamos a remoção dos nomes dos registros da Igreja de Jesus Cristo dos Santos dos Últimos Dias, incluindo o membros da nossa família: ______
Pedimos que qualquer período de espera prescrito da Igreja seja dispensado, e que este pedido seja processado imediatamente, pois a nossa decisão é inalterável. Pedimos que não seja utilizado o termo “excomunhão” em qualquer correspondência relativa a este assunto, pois estamos voluntariamente deixando a igreja mórmon, e não queremos ser objeto de qualquer conversa desnecessária ou insinuações entre os membros SUD. Desejamos que nossos amigos e familiares da igreja SUD saibam que não saimos por causa de pessoas ou personalidades, ou "pecado" da nossa parte, mas apenas porque chegamos à conclusão, depois de anos de estudo e experiência, que a Igreja SUD não é o que afirma ser: "a única igreja verdadeira de Jesus Cristo."
Pesquisando, descobrimos que existem grandes conflitos e contradições nas versões oficiais sobre as origens da igreja mórmon - a suposta “primeira” visão de Joseph Smith, a origem do Livro de Mórmon, o Livro de Abraão, e outros escritos e reivindicações. Temos, infelizmente, aprendido que a igreja mórmon se engaja em uma campanha contínua para redigir, revisar e eliminar detalhes embaraçosos da história da Igreja que, se conhecidos, dirão uma história diferente, mas mais correta sobre as verdadeiras origens e crenças da igreja. Ficamos desanimados ao aprender os detalhes de certos ensinamentos, como a poligamia, a expiação pelo sangue, a doutrina do "Deus-Adão", a doutrina da "maldição de Cain", a origem dos rituais do templo e as revisões do mesmo, e o tratamento desigual das mulheres e, a fim de manter a “origem divina" alegada pela igreja, os líderes e apologistas omitem intencionalmente fatos sobre estes assuntos da literatura atual.
Em um hino SUD lê-se "Eu acredito em ser honesto" e para entrarmos no templo, na entrevista de recomendação exige-se que os candidatos sejam "honestos em suas relações com seus semelhantes". Estamos decepcionados que a igreja, como instituição, não está disposta a exercer o mesmo grau de honestidade que se exige de seus membros. Observamos que a igreja SUD teve seus ensinamentos revisados continuamente, a fim de se ajustar com o cristianismo moderno, com a finalidade de atrair mais convertidos em potencial. Acreditamos que esse fato por si só desmente a afirmação da Igreja ser "guiada por Deus a cada passo", e de ser "a única igreja verdadeira e viva". Sentimos que a igreja mórmon não pode ser viável a um membro da comunidade cristã a menos e até que explique e repudie publicamente as suas origens questionáveis e ensinamentos antigos.

Por estes motivos, nós resignamos nosso papel de membros da igreja SUD.
Sem mais,
_________________________



MODELO DE CARTA – EM INGLÊS

Resignation Letter

[CITY]December 1, 2009
Bishop________________
President______________
Dear Sirs:
We hereby request the removal of membership records of our family from the Church of Jesus Christ of Latter-day Saints, including:
We request that any Church-prescribed waiting period be waived, and that this request be processed immediately, as our decision is unalterable. We request that the term 'excommunication' not be used in any correspondence concerning this matter, as we are voluntarily leaving the LDS church, and we do not wish to be the subject of any unnecessary conversation or innuendo among LDS members. We wish our friends and family in the LDS church to know that we leave not because of people or personalities, or "sin" on our part, but solely because we have come to the conclusion, after years of study and experience, that the LDS church is not as it claims to be, "the only true church of Jesus Christ." Our research has discovered that there are major conflicts and contradictions in official versions of the origins of the LDS church--Joseph Smith's purported "first vision," the origin of The Book of Mormon, the Book of Abraham, and other writings and claims. We have sadly learned that the LDS church engages in a continuing campaign to redact, revise, and delete embarrassing details of Mormon history which, if known, tell a different, but more truthful story of the true origins and nature of the church. We have been dismayed to learn the details of such teachings as polygamy, blood atonement, the 'Adam/God' doctrine, the 'curse of Cain' doctrine, the origin of temple rites and the revision of same, and the unequal treatment of women; and in order to maintain the church's self-claimed 'divine origin,' the church's leaders and apologists intentionally omit facts on these subjects from church literature. A favorite LDS hymn reads "I believe in being honest"; the LDS temple recommend interview requires applicants to be "honest in your dealings with your fellow man." We are disappointed that the church as an institution is unwilling to exercise that same degree of honesty which it requires of its individual members. We note that the LDS church has continually revised its teachings in order to align itself with modern mainstream Christianity, for the purpose of drawing in more potential converts. We believe that this fact alone belies the church's claim of being "guided by God in every footstep," and of being "the only true and living church." We feel that the LDS church cannot be a viable member of the Christian community unless and until it publicly disavows its questionable origins and former teachings.
For these reasons, we hereby resign our memberships in the LDS church.
Sincerely,
_________________________








MODELO DE CARTA EM PORTUGUÊS - exemplo 2

Carta de Renúncia

Prezado Bispo ______________


Com esta carta, eu ________________
com endereço e nascimento supra citado, peço oficialmente e notifico a Vossa senhoria sobre a minha demissão de membro de A Igreja de Jesus Cristo dos Santos dos Últimos Dias, com efeito imediato a partir desta data. Com a minha demissão voluntaria neste momento corto todas as minhas relações com a Igreja, deixando de pertencer a todas as organizações pertinetes ao meu ofício no sacerdócio de sua Igreja e demais auxiliares.
Por isso, peço que Vossa Senhoria faça as mudanças necessárias nos registros de membros da Igreja para indicar que não sou mais um membro. Estou familiarizado com os procedimentos descritos no Manual de Instruções da Igreja, e vos peço que possas preencher e enviar os formulários administrativos necessários o mais rapidamente possível.
Garanto-vos que não estou dando este passo levianamente. Dediquei uma boa parte do pensamento, reflexão, meditação e estudo, durante um período considerável de tempo, a esta questão, e estou firme e inalterável na minha decisão de terminar a minha adesão.
Estou ciente de que, segundo a doutrina da Igreja neste cancela todas as bênçãos, batismos, ordenações, as promessas, os convênios e a minha esperança de exaltação no reino celestial mórmon, e eu fiz a minha decisão de minha livre vontade, tal quando decidi por me batizar e me filiar a vossa Igreja. Tambem peço meu desligamneto com tal clareza e decisão.
Peço que ninguém representando a igreja entre em contato comigo por algum motivo que não seja para confirmar que meu pedido está sendo processado. Em particular, se recusam a falar com alguém da igreja que tenta discutir comigo sobre a sabedoria da minha decisão. 
É de meu entendimento que Vossa Senhoria é obrigado a indicar no formulário a minha razão "para sair." Por favor, indique as como "A pedido do membro" ou "razões doutrinárias," uma vez que é, na verdade, a Razão.
Quero assegurar-vos que não estou deixando a Igreja por causa de alguma ligeira apostasia ou ofensa pessoal, ou porque eu tenho "pecado" ou não sou capaz de "manter os mandamentos". Eu simplesmente percebi que a respeito de sua Doutrina
não sou capaz de compreende-la, aceita-la e não mais acreditá-la e que não quero mais ser reconhecido como Mormon ou Santo dos ltimos Dias.
Peço que a minha solicitação de remoção do nome ser encaminhado imediatamente para o Presidente da Estaca.....de acordo com o Manual de Instruções da Igreja. Vou verificar Vossa Senhoria, vou aceitar o prazo de quinze dias como cabíveis para apresentar minha carta de renuncia, após este período terei dado como certa a aceitação da mesma e o envio ao Presidente da Estaca.
Por favor, informe o Presidente da Estaca, Sr. X que eu renuncio a trinta dias de período de carência durante o qual o Presidente da Estaca pode analizar o pedido, a fim de me dar a oportunidade de desistir ou arrependerr. Pelo contrário, peço-lhe para processá-la sem demora. Por favor, peça ao Presidente da Estaca para avisar quando ele enviou o meu pedido para a sede da Igreja. Se eu não ouvi-lo, no referido prazo de quinze dias, vou dar como certo que meu pedido foi acatado sem demora.  
Vou considerar qualquer atraso desnecessário de ser uma violação dos meus direitos de livre associação e à liberdade de religião, garantido pelos Direitos Universais do Homem e pela Constituição Federal Brasileira, no artigo 5, inciso VI.
Eu considero que este assunto seja confidencial, e eu insisto que nenhum representante da Igreja discutir a minha demissão com quaisquer outras pessoas que não os Oficiais da Igreja que estão a tratar do meu nome remoção ou aqueles que devem ser informados para exercerem funções de sua Igreja, que se algum funcionário da Igreja fala deste assunto fora dos canais oficiais, vou considerá-lo uma violação de confiança, uma violação dos regulamentos da igreja (CHI p. 130), e pedir uma reparação judicial.
Obrigado por sua cortesia em honrar o meu pedido sem demora. 

Atenciosamente 


___________________





Sugestões de outros sites (inglês)

LEAVING THE MORMON CHURCH - HOW TO GET OUT

 


Criar um Site Grátis    |    Create a Free Website Denunciar  |  Publicidade  |  Sites Grátis no Comunidades.net